Puma Suede: 50 anos de história

Estávamos em 1968, um ano tumultuoso onde aconteceram vários eventos marcantes, quando a PUMA decidiu lançar umas novas sapatilhas e mudar a história: as PUMA Suede. Chegaram e marcaram aquela geração, e viriam a marcar as gerações futuras até aos dias de hoje. Muitas sapatilhas já foram e vieram desde o lançamento deste ícone, mas ele mantém-se presente no nosso dia a dia e o seu impacto na sociedade e cultura é inegável.

Estás preparado para saber mais sobre as PUMA Suede? Então, continua a ler porque na JD Sports vamos contar-te tudo!

O conceito e a criação

A marca que hoje conhecemos como PUMA surgiu em 1924 pelas mãos dos irmãos Rudof e Adolf Dassler (se estes nomes te são familiares é porque estás a par da história da adidas como um verdadeiro sneakerhead). Depois de quase 20 anos de trabalho em conjunto, a relação entre ambos começou a deteriorar e decidiram seguir caminhos separados. O Adolf criou a marca do Trefoil, e o Rudolf continuou com a PUMA. 

No ano em que as PUMA Suede foram apresentadas ao mercado, a rivalidade entre ambas as marcas aumentava a olhos vistos. Afinal, a adidas, que era mais recente e já estava à frente da PUMA no mercado do calçado desportivo, ou seja havia uma luta constante pelo primeiro lugar… O que a adidas não sabia era que a PUMA estava prestes a mudar tudo. As Suede foram um turning point na história das sapatilhas desportivas, ficando conhecidas como o “primo de camurça” das PUMA Basket. 

PUMA SUEDE e wizkid
sapatilhas puma suede bordeaux

As PUMA Suede prepararam o terreno para a PUMA e para todo um novo estilo de sapatilhas, já que naquela altura o típico era contarem com uma parte superior em couro ou canvas. Mas a marca decidiu apostar na camurça, suave, mas resistente e numa sola de borracha mais grossa. Na altura este material era considerado luxuoso e era utilizado apenas em roupa mais formal e bolsa. Além disso, era considerado mais difícil de limpar, portanto, utilizá-lo em sapatos parecia contraintuitivo.

Só que o dono da PUMA não concordava com esta visão. E a verdade é que não demorou até que estas sapatilhas se tornassem a escolha número 1 do streetwear na América, enchendo de orgulho aqueles que as usavam e mantinham impecáveis.

Jogos Olímpicos de 1968 e a colaboração com o Frazier

Nesse mesmo ano, nos Jogos Olímpicos, o atleta Tommie Smith bateu o recorde mundial dos 200m enquanto calçava PUMA. Quando subiu ao palco, utilizou meias pretas e levava uma sapatilha PUMA Suede na mão esquerda. O que sucedeu a seguir foi um gesto silencioso, mas que tanto disse e fez sobre a luta pela igualdade e direitos humanos: Smith levantou a sapatilha e colocou-a no pódio e levantou o punho direito no ar. As novas sapatilhas da PUMA, com o clássico logo, tornaram-se em algo muito mais do que estilo. Tudo isto foi transmitido na televisão, a história foi feita e as Puma Suede fizeram parte dela.

sapatilhas puma história
sapatilhas puma suede história bege

Cinco anos depois do grande lançamento das Puma Suede, chegou a altura de as levar ao próximo nível. Na altura, o Walt “Clyde” Frazier era um dos maiores jogadores da NBA e foi convidado a tornar-se embaixador da marca. Jogador dos New York Knicks, ele não ia apenas usar as sapatilhas… Ele desenhou o próprio modelo com o qual chamou a atenção de todos. Combinadas com casacos de pelo, fatos personalizados e chapéus de bainha larga, as Suede “Clyde” não passavam despercebidas. 

Décadas de 80 e 90

Na década de 80, o Frazier já se tinha reformado e estava na altura da marca encontrar novos embaixadores… Mais uma vez, tornaram-se o símbolo de um movimento cultural: o breakdance. Foi nessa altura que surgiu um dos estilos de dança mais conhecido de sempre, e graças à sua parte superior flexível e sola de borracha mais grossa, as Puma Suede tornaram-se nas sapatilhas perfeitas para o praticar. Podias vê-las nos pés de algumas das maiores crews de breakdance da Big Apple, como os NYC Breakers e a Rock Steady Crew.

Na década seguinte, foi a explosão do skateboarding, que de desporto passou a uma indústria, num piscar de olhos. E como as Clyde Suede foram feitas para serem usadas nos campos de basquetebol e aguentar um maior nível de desgaste, eram exatamente o que os skaters procuravam. A sua durabilidade, juntamente com a coleção que continuava a crescer com várias cores e modelos limitados, tornou-as numa primeira escolha para este desporto mais radical.

sapatilhas puma júnior história
sapatilhas puma suede preto detalhe

Novo milénio

Na viragem do milénio, este modelo já contava com quase 40 anos de história, as Puma Suede tinham já marcado o mundo da moda desportiva e do streetwear. Mas acham que iam ficar por aqui? Claro que não! 🙂 

Para celebrar os últimos anos, a PUMA uniu-se a artistas de renome para criar versões exclusivas das Suede. Um deles foi o Alexander McQueen, que adicionou pormenores em couro, e outro foi o Frank Kozik, que trocou a parte superior em camurça por ganga.

sapatilhas puma wizkid
sapatilhas puma suede preto detalhe

Bad Gal RiRi x PUMA

Quem pode esquecer a colaboração Puma x Rihanna que nos trouxe versões inacreditáveis das PUMA Suede? Com uma plataforma adicionada e lançadas originalmente em três colourways: branco, preto e bordeaux e verde, as sapatilhas esgotaram num piscar de olhos. O primeiro lançamento, em setembro de 2015, esgotou em apenas três horas! Não é exagerado dizer que foram AS SAPATILHAS daquele ano.

Em 2020, e mais de 50 anos depois do lançamento do primeiro modelo, a Puma decidiu trazer novas versões deste ícone, com mais cores para que as possas combinar com qualquer look. As Suede já passaram por muito, já representaram tanto e vemos que ainda têm muito para oferecer… Não ficaríamos surpreendidos se daqui a outros 50 anos ainda as víssemos no mundo do streetwear e a causar furor. 

COMPRAR PUMA SUEDE


Descobre já a coleção disponível na JD aqui e escolhe o teu próximo par! Se quiseres estar a par de todas as novidades, então segue o nosso Instagram. Estás à espera do quê? 🙂

Share

WHAT TO READ NEXT

MODA l Editor

As tendências de Streetwear para 2021

Chegou o novo ano e com ele imensa...

-->

SNEAKERS l Editor

Nike Air Force 1: Todos os modelos

São consideradas por alguns as sap...

-->

SNEAKERS l Editor

As melhores sapatilhas de 2020

O ano de 2021 está aí à porta e ...

-->

SNEAKERS l Editor

A evolução das sapatilhas Nike e a sua história

Quando falamos da cultura stree...

-->

SNEAKERS l Editor

Sapatilhas vegan: conheces todas?

O tempo passa, as estações mudam,...

-->

SNEAKERS l Editor

Yeezy Boost 350 V2 Sand Taupe: Onde e como comprar

A adidas e o Kanye West não estão...

-->